Sem Rumo…

coloque um pé na frente do outro…

uma visão para se abrir…

agora é seguir… esquece o medo!…

com todo esse peso que eu acreditei ser necessário para essa jornada…

que foi e voltou… tantas e tantas vezes…

como é sua vida, poderá ao envelhecer contar o que?…

uma caminhada de asfalto ou uma trilha no meio da mata…

quando eu achei que estava chegando…

não havia nem mesmo começado a entender…

pensando que era um fim…

e a vida mostra que sim…

só são inícios em idades diferentes…

amálgamas fluidas de células e estrelas…

e morri mil vezes e nasci outras mil…

cresci conhecendo um mundo…

perdi ao escolher só para mim…

havia mais terras para se caminhar a pé…

sentindo que aquele brilho quadrado não iria mais me sugar…

coragem…

cansaço…

força…

e uma enorme gratidão…

haviam pessoas pelo traçado…

eu pedia uma nuvem para beber água…

a paisagem infinita se estendia à minha frente…

sem saber o próximo destino…

músculos fortes comprimem lágrimas salgadas…

barraca…

lua cheia…

risadas por estar perdido e pensar… “caralho, como sou idiota!”

e poder sentar em frente a um computador e escrever essa história…

mesmo enamorado pelo intencional…

sem nenhum plano e seguindo apenas minha própria intuição…

fogueiras e boa companhia…

surpresas e alegrias…

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s