Poema & ?…

essa espécie reclamante, reclamadora e reclamosa, vamos lá, aqui começa mais um poema de tirar “prosa”!

não posso negar que dá um tesão danado, adoro criar e escrever, porém esse é um poema um pouco “desaforado”…

porque faço parte de uma espécie chata e às vezes sou eu tanto quanto outrem… O que sinto no coração e a forma que minha mente pensa… E garanto que cada um tem o seu e como o meu não tem ninguém…

E aí vem aquela sequência de perguntas: porque essa eterna insatisfação, essa sede por “ter”, sendo que hoje em “teoria”, temos um limite para viver…

o poema que muda para conto durante sua composição, inegável a delícia da fluidez da mente ligada ao poder construtivo do nosso coração…

para onde vamos, de onde viemos e o que estamos fazendo aqui, sério mesmo minha gente, vamos deixar fluir!

ninguém nunca voltou para nos contar nada, e muito menos um “oi, viemos do futuro!”… o que creio importar é um agora “gostoso” pelo justo nome de “presente”, e pra finalizar esse venho com um desejo enorme de que todos estejam seguros! =)

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s