Um Poema Curto

Nas cartas de amor

em poemas proibidos

em entregas pitorescas

com segredos a desvendar

mistérios que rodam os tempos

estágios e etapas em linhas ondulantes

um enigma intrigante que mora no coração

e um cérebro que não entende nada do que ele diz

e as vezes nem precisa, só precisa de um olhar, e…

sentir… sentir… sentir… pulsar… pulsar… pulsar…

uma outra estrela nasceu…

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s