Uma Festa Estranha…

Boa noite… ela estava andando sozinha. Vestia um longo casaco preto, daqueles estilosos tipo trench coach. Caminhava de lá para cá como se procurando por alguma coisa… Dava para vê-la de vez em quando, com a cabeça baixa, como se flutuando parecendo uma assombração… em um velório onde a morte é celebrada de uma maneira triste e escura, aquele lugar era estranhamente claro, acompanhando os passos dela, rápidos mas imprecisos… de novo fazemos aquela pergunta, se é que teve uma origem religiosa e cultural, enterrar pessoas, ou velá-las, qual foi o real motivo desse ritual que não nos ensina a sabedoria de viver uma vida de alegrias, mas cultuando algo que todos os seres que estão vivos, incluindo aqueles que não entendemos como espécies, e até falamos da morte das estrelas, porém quando se trata de um outro ser humano… haviam crianças que corriam e saltitavam, fazendo uma gritaria danada, tirando sorrisos dos adultos enquanto ao fundo uma escola de samba ensaiava a tristeza de viver a vida não entendendo para nada o motivo de enaltecer a morte…

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Uma consideração sobre “Uma Festa Estranha…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s