Rostos Esculpidos…

Estados de emoções confusas como os ventos que dançavam de lá para cá, e depois de ali para lá… ao longe montanhas enormes como paredes que atingiam o céu, tocavam os olhares com as ranhuras que desenhavam imagens que nos eram aconchegantes… seriam rostos humanos, seriam as rochas humanas… havia um pássaro com um bico curvo e ele gritava alguma coisa que não conseguia ouvir… o barulho era tão alto que ultrapassava a assimilação do sentido… pouco abaixo um camarada de nariz redondo usava sua minúscula boca para sussurrar palavras de amor para outra pessoa que andava por suas entranhas… e ao longe, observando tudo o que acontecia lá embaixo no mundo dos humanos, boquiaberto estava sem compreender no meio daquelas trilhas verdes que eram invadidas por pequenos telhados vermelhos, pareciam formigas em uma corrida frenética, escalando e esculpindo… e naquelas rocas proeminentes, figuras surgiam de um lado para o outro, implicando sentimentos engraçados para cada uma das expressões que faziam, para aquele que as olhassem, como nas nuvens surgiam os mais variados animais felpudos… os paredões contavam histórias através dessas manifestações surreais que a natureza nos trazia…

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s