Entre os Muros das Cidades…

Seguindo uma teoria absurda de que existem regras fixas dentro de todo caótico mundo de sentimentos… só temos certezas das épocas que vivemos pelos registros considerados históricos… no mundo moderno do agora, onde cada um com seus confusos e obscuros sentimentos em relação a si e ao outro, acreditando que sabe lidar melhor opinando sobre o que o outro deve ou não fazer de seu tempo de vida terreno… ela estava linda, deitada de lado com a cabeça apoiada no travesseiro… havia um resto de maquilagem em seu rosto que enaltecia sua beleza… magra… e no fundo, olhou em seus olhos que estavam fechados, as manchas escuras abaixo, a certeza de haver ossos, músculos, sangue compondo toda aquela beleza que lhe parecia uma face… Preferi não escrever o que pensei, talvez em alguns momentos sábios de conexão energética, entendemos que em um mundo habitado por seres de sentimentos e atitudes tão vis uns com os outros de quaisquer espécie, é melhor deixar passar para que não crie mais e mais energia desperdiçada… Parece piegas como falar que é um sujeito romântico, porém crer no positivismo ainda fazia mais sentido num lugar de almas tão vazias…

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s