Deos…

Se todo movimento é caos! Imaginem só, uma espécie que se considera dominante pelas escolhas um tanto estranhas, lembrando que ele não estava para variar tentando julgar nada nem ninguém, o que em nossa infeliz língua portuguesa é um fardo imenso!… muitas aparências diferentes, e dentro dessas que eram meio que “padrões”, haviam variações e pelo número crescente dessa população, era difícil mapear tudo e todos, as características marcantes e as que se adquiri ao longo de uma vida, que aproximava pela estatística de uns 80 anos… Ele sentado em seu banquinho se encolhe com o barulho da cidade… é tão pouco, parece muito… mas é muito… pouco…

Continuando a piração daquele momento, essa mesma espécie precisava se entender entre si, um direto com o outro, e na sequência com os seus mais próximos, sendo a definição de família, depois escola, trabalho, e por aí vai… O que importa é que estava difícil transmitir informação, complexo de entender os outros e a si mesmo, como se houvessem constantes acidentes de trânsito bloqueando tudo, não permitindo a fluência do bom papo de boteco… lembrou que havia parado de beber… até quando seguiria ao que acreditava ser suas predileções, ainda assim em alguma parte ele queria que os “programadores” não fossem de verdade…

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s