Processos

Uma vez que a vida lhe mostra o caminho, se tiver o mínimo de inteligência vai poder seguir algumas coisas que são legais para o que gosta, assim imaginava de forma simples e humilde, já que não havia certeza para mais nada. É um fato de que quando você escolhe, você se abstêm de alguma coisa de forma consciente, então segue para frente, pegou o lápis e sentou-se confortavelmente na cadeira para depois debruçar sobre a mesa e rabiscar noite adentro.

A fotografia é quase tão prazerosa quanto o lápis, mas de todas as tintas, pelas suas formas, texturas, sabores, cores, químicas, e suas misturas, as tintas são um tesão danado de se usar. Alguns ativistas irão falar por aí que tão matando muitas árvores para fazermos papéis e lápis… Não consigo me ver sem isso, sem os materiais, quase sentindo como se fossem parte de mim mesmo, como ossos que terminam em vários lápis e canetas e pincéis, e na outra mão as cores primárias espirram tintas acrílicas e aquareladas. Serei então uma pessoa ruim por essa escolha, a Arte, sempre com maíuscula, para mim a mais interessante e envolvente dos quatro Cavaleiros da Virtude.

Coloquem isso tudo como uma mistura de bolo, que irá para o forno e crescerá, o cinema com a montagem, em uma ilha de edição digital, animando efeitos e absurdos, surrealismo maravilhoso escorrendo da tela para o papel, da cabeça pelos punhos, os papéis se enchem de linhas amorosas, cores fluidas como mel, agora volte ao papel, lápis, borracha, rabiscos que parecem sem sentido e tomam forma como num passe de mágica e maravilha os olhares das pessoas incrédulas… E nem sei se dá para imaginar um mundo sem isso, sem ela…

Vamos terminando por aqui, deixou os materiais sobre a mesa e organizou de um jeito simples para que continuasse o trabalho em outra hora… É em itálico pois havia consciência de que tudo era trabalho, o grande lance é fazê-lo prazeroso, portanto, e como era com Arte, a certeza de um bom dia, um após o outro, sem pressa e com muito deleite… Desligou a luz do abajur e foi para a rua se inspirar de cidade…

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s