Alegrias…

Ei, ei! É sem fórmulas sério… Só me responde essa pergunta… e tem que ser para o momento presente, pois estamos vivendo nele ok… lá vai… Você está alegre agora, seja lá o que estiver fazendo? E já te adianto, se sua resposta for sim, que bom que é, por que é assim que tem de ser, e esse tem, é TEM! maiúsculo com uma exclamação no final. A única obrigação real dentro de tão pouco tempo, lendo um artigo em um blog qualquer, que são apenas 300 anos de uma espécie humana considerada civilizada galgada numa economia voltada para o materialismo. Completa. E daí naqueles devaneios longos que os banhos nos proporcionam entre uma ensaboada e uma enxaguada, essas ideias como sempre me parecendo absurdos inaceitáveis e tentando formar uma maneira crível de viver nesse meio compensando tudo isso com muito, mas muito prazer mesmo. Quando digo isso, ou melhor aqui escrevendo, é algo que é real e sentido, tem que fazer sentido e tem de ser sentido, tão profundo quanto seu cérebro seja capaz de duas coisas importantes, alcançar e imaginar.

Eu volto a repetir, e sem querer provocar controvérsias em cima dos maneirismos existentes até os dias modernos de hoje (estamos em 2018 e espero mesmo que eu consiga passar pelos anos transitórios e ver, senão uma sociedade plena, um caos total para que os mercados abastecidos de chocolate meio amargo sejam presas mais fáceis que os antílopes que os leões caçam nas savanas…) ninguém voltou para comprovar, espíritos, barulhos estranhos, vultos ou o que quer que seja, já vi tanta coisa esquisita e uma vez com um amigo, acredito por reação de estarmos conectados via erva santa, que vimos um vulto fazendo a mesma coisa, e vivenciamos dois lados de uma mesma história contada por personagens diferentes.

Aqui chegamos ao ponto que gostaria de todo esse papo que parece um tanto maluco. Meio cheio de ideias estranhas e pontos suspensos que na primeira ou segunda impressão dão essa coisa indefinida, sem conexões. Na real, tudo é uma coisa só. Um. E é daí que os estudos reforçam cada vez mais e mais, se queremos algo bom, temos que agir tal como, e tem de ser verdadeiro, por que não é Deus, pai ou mãe, papa ou presidente ou seja lá que título, isso não importa, você não pode enganar suas células. seu DNA. seus conscientes. digo seus por que somos mais de um, mesmo sendo um, cada individualidade importa, pois ela soma para o total.

A resposta da pergunta no parágrafo inicial, se ela for negativa, infelizmente tudo o que você vive e crê, não tem provas concretas, são como a economia gosta, de futuro, de polpe para o futuro, vamos gerar dinheiro onde não existe, pois é legalzão… só que não. Não é bem assim. Existe o valor sim, mas ele ou melhor, essas definições devem ser amplificadas. Primeiro, foda-se a economia. Ela é contra a educação, lembra dos 4 cavaleiros do apocalipse e seus benditos contrapontos? as virtudes! Então, tudo gera um quinto elemento, e essas crenças nos absorvem, acreditamos em Deus ou numa criação maior, na evolução de Darwin e na nanotecnologia, você está vivendo aquilo que queria? Aquilo que queria é futuro, está no futuro, e você olha e acha lindo, mas está lá, não aqui. E aí? Você é alegre hoje em dia?

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s