Puro e Universo

É nessa hora em que você sente tudo, seu cérebro parece em festa, você sente calor e frio ao mesmo tempo, e isso aumenta a sensação de prazer. Dura muito pouco se não se concentrar em ampliar esse momento. Falo com a devida clareza de que vale muito a tentativa. O raio segue um caminho, você pode escolher senti-lo nas veias, nos músculos ou nos orgãos. E pode ser tudo ao mesmo tempo também. O corpo inteiro irá perceber as mudanças, o vôo descoordenado, o caminhar sem um chão sólido, ou uma pancada que você sabe que aquilo provavelmente irá te arrebentar inteiro e a dor será tamanha que seu cérebro não consegue processar onde e o que está acontecendo com partes do seu corpo. Você flutua. E uma das coisas mais fascinantes da mente é você criar alguma coisa, e acreditar em como aquilo poderia ser, no entanto, quando acontece, apesar de nem sempre ser o literal, o contrário, e a surpresa é tão boa quanto o sentimento que está tendo. Você está em frenesi. Essa força de que a máquina está trabalhando a mil por hora, imbatível, perfeita. Quando volta a perceber racionalmente, seu computador interno sente o sangue correndo quente pelas veias e artérias, sente quando passa rapidamente por orgãos e esses fazem um movimento de reflexo como um arrepio dos pelos dos braços. O coração bate tão rápido que em algum momento parece uma taquicardia. Só que de pura alegria. Ele pulsa forte, os ossos das costelas e aquele grande e triangular que fica no meio prendendo tudo, são pequenas dores, e curioso, seu cérebro processa isso junto com prazer. É essa mistura que pode parecer um tanto contraditória que incita seu corpo inteiro a responder positivamente, se a entrega for verdadeira. Uma das mágicas da vida é imaginar, ou melhor, raciocinar que tudo o que vivemos no momento agora é a primeira vez, sempre é a primeira vez para tudo, e por mais que no dia a dia acreditamos que ou foi ou vai ser que é o que importa, e fazemos as coisas pensando nisso, se ficar quieto, em silêncio por apenas um mísero segundo que seja, percebe tudo em volta e tudo é uma coisa só, teorias a parte, big bang que se exploda, é o que está acontecendo em nossas células nesse momento intenso, único, seja trocado com uma ou mais pessoas, seja sozinho, seja como for, se acredita dai ter algum sentido… E é só êxtase.

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s