Estrada bifurcada…

Outra curtinha quando ele estava viajando e ela estava trabalhando. Isso aconteceu durante os primeiros dois anos, nos quais ainda se permitiam se ver com frequência. Depois de um breve almoço, ou um jantar de uma horinha, às vezes uma visita rápida ao estúdio onde ele ainda criava tatuagens, ela foi viajar, à trabalho. E ele passou pela cidade e ela não estava lá… Cada vez menos as mensagens eram trocadas, tanto quanto a importância momentânea que temos pras pessoas e vice-versa. Curioso por que depois ele esteve em outra cidade, a mesma em que ela sempre ia à trabalho, porém eles nunca se encontraram por lá. Pelos percursos e desencontros já estavam sabendo que ele ia para um lado e ela para outro.

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s