Se fizer, faça com prazer…

Primeiro é o medo contra a crítica, ou não saber se vai conseguir lidar ou não com os críticos… Sempre têm mais deles por ai para criticarem aqueles que tão fazendo alguma coisa. Segundo é por que você tá querendo fazer o que tá querendo fazer, o que te motiva ao que vai fazer, e se vai te dar mais trabalho que prazer, dai então, numa boa, não sei não se não deve ser feito. O lance é criar algo que te dê alegria e que toda vez que for fazer, vai fazer por esse jubilo, e não por tornar-se uma obrigação para agradar x ou y, brasileiros ou americanos. As coisas geralmente dão certo se você sabe o que isso significa, se não for apenas mais um conceito social; então elas dão certo pra que você se sinta realizado, criando algo considerável que ajude a sua comunidade, ou seus comuns, aqueles próximos de alguma forma, seja confortando, acalentando, não importa, o que fizer faça com muito, muito prazer, e que isso se torne um deleite a outros também. Que seja tão bom e satisfatório como um sexo profundo feito a dois… ou mais.

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s